Não se esqueça da cria e recria do seu rebanho

Mais de 20% de todo o capital investido em uma propriedade leiteira geralmente está alocado em vacas, novilhas e bezerras em aleitamento. Por isso, investir em nutrição, conforto, sanidade e reprodução dos animais é fundamental para garantir a atratividade do empreendimento. Em muitas propriedades leiteiras o foco está estritamente nas vacas em lactação, não dando a devida atenção às categorias de cria e recria. Você sabe o quanto negligenciar essas categorias pode afetar no seu bolso?

A fase de cria compreende o período do nascimento até o desmame, enquanto a fase de recria abrange o período do desmame até o parto. O desenvolvimento insatisfatório desses animais pode gerar um aumento da idade ao primeiro parto (IPP) e, por consequência, uma maior permanência dos animais na fase de recria, podendo impactar na estrutura de rebanho e na geração de receitas.

Para avaliarmos a importância do investimento nessas fases realizamos uma simulação considerando dois cenários, o A e o B. Em ambos os casos foram considerados resultados idênticos na fase de aleitamento, com peso ao nascimento de 38 quilogramas, ganho médio diário de 700 gramas por dia, com peso de 94 quilogramas ao desmame, realizado com 80 dias. Já na fase de recria os animais do cenário A apresentam um maior ganho de peso em relação ao cenário B (Tabela 1).

Em decorrência do maior ganho de peso das novilhas do cenário A na fase de recria, os animais desse cenário atingiram o peso preconizado para a inseminação ou cobertura 317 dias antes em relação as novilhas do cenário B, resultando em uma menor idade ao primeiro parto (IPP) para o cenário A.

É necessário ressaltar que reduzir a idade ao primeiro parto das novilhas tende a fazer com que o custo operacional efetivo dessa fase seja maior, devido a maior necessidade de investimentos em nutrição, sanidade e conforto, uma vez que a maturidade sexual das novilhas tem relação direta com o seu peso corporal. Para o cenário A o custo total de criação de cada novilha desde o nascimento até a primeira parição é de aproximadamente R$ 7.500,00, enquanto para o cenário B o custo é aproximadamente R$ 6.000,00. Para entender os efeitos econômicos, vamos avaliar a tabela 2:

Tabela 2 – Simulação de indicadores econômicos da fase de recria.

 

Veja que em contrapartida ao maior custo com a fase de recria, as novilhas do cenário A entrariam em produção 317 dias antes das novilhas do cenário B. Com isso, considerando uma produtividade média de 15 litros/primípara/dia, ao final dos 317 dias a novilha do cenário A teria produzido 4.750 litros de leite, enquanto a novilha do cenário B ainda não teria iniciado a sua produção.

Multiplicando a margem bruta unitária de R$0,65 pela quantidade de leite produzida nos 317 dias, teríamos uma margem bruta por primípara de R$3.088,00. Subtraindo do custo total de criação da novilha da margem bruta gerada pela produção de leite, teríamos que aos 34 meses de idade a novilha do cenário A precisaria cobrir R$4.413,00 do seu custo total, enquanto a do cenário B precisaria cobrir o seu custo total integral de criação de R$6.000,00, visto que ainda não estaria em lactação.

Por isso, amigo(a) produtor(a), lembre-se que investir em nutrição, sanidade e conforto nas fases de cria e recria é essencial para atingir um retorno do capital investido em primíparas mais rápido e, além disso, garantir um bom desenvolvimento da glândula mamária ocasionando em uma boa produção de leite na vida adulta dessas novilhas. No entanto, lembre-se sempre que toda decisão e reflexos técnicos e econômicos nos resultados são extremamente específicos para cada propriedade, sendo que reduzir a idade ao primeiro parto pode, ou não, ser uma estratégia vantajosa para sua propriedade.

Discuta com o seu especialista Educampo para entender melhor sobre o seu caso, realizando cálculos e planejamentos adequados à sua realidade, buscando o melhor cenário econômico.

Conte com a Plataforma Educampo, até a próxima!

 

 

    Assine nossa newsletter.
    Quero receber conteúdos sobre:
    Educampo
    Sebrae